Home Matérias Bara: o gênero desconhecido

Bara: o gênero desconhecido

Primeiramente já assistiu seu BL hoje? Segundamente o assunto de hoje é bara! Puxe a cadeira pegue a pipoca e vem conhecer esse gênero que é pouco comentado no mundo dos unicórnios e venha ainda receber algumas indicações para que ao fim desta matéria consiga já ir se familiarizando com o mundo dos baras.
De forma resumida e fácil de entender, bara é um gênero de mangá, conhecido também como Mens’ Love (ML) ou até mesmo gay comics. É criado no Japão por homens gays ou bi e tendo como público alvo homens da mesma orientação sexual, são histórias de temática homossexual adulta, possui traços mais realistas ao corpo humano masculino.


Suas histórias geralmente retratam coisas do cotidiano de um homem, frequentemente ao ler, veremos os personagens trabalhando em escritórios, exercendo serviços braçais, acampando, fumando e fazendo coisas típicas de “macho”. Nem todas as histórias possuem um enredo grande; geralmente acontecendo algo que leve ao sexo, por exemplo o one-shot de Moritake Moritake – Aquele Que Mais Desejava Receber Aulas de Educação Sexual
Também há alguns comics que são séries, atualmente meu favorito é Priapus:

Fala sobre um deus chamado Tarou A. Priapus que vem para a terra a mando de Zeus, para fazer com que cada homem vire gay e assim destruir qualquer chance dos humanos deixarem herdeiros, fazendo com que não derramem mais sangue pela terra. É claro, que para transformar todos os homens em gays, Priapus terá que transar com os mesmos. – Não vou negar, A-DO-RO!– Indo agora para a série de Takeshi Matsu, que retrata a vida de um detetive em seu local de trabalho tanto em campo como no escritório, também é uma ótima entrada para quem quer conhecer o mundo dos baras.

Começando com o 1° mangá que é Não, Sério, Não Tem Como Eu Ter Feito Isso! depois Não, De Jeito Nenhum! e  indo para Vida de Detetive  todos disponíveis no site B de Bara, além deste trabalho, Takeshi possui muitas outras obras de qualidade.

Diferença entre Bara e BL/Yaoi

Não sei se conseguiram notar com as imagens que postei, mas os traços dos personagens do gênero Bara – visualmente falando – são bem diferentes de um mangá de gênero yaoi.

Lembra que mais cedo eu falei que os baras são feitos por homens e para homens? Bom, o yaoi também, a diferença está no sexo, yaoi são feitos por mulheres e para mulheres. – Não estou dizendo que homens não podem escrever yaoi ou mulheres bara, estou apenas dizendo o que normalmente acontece, afinal, apesar de o público alvo de bara ser homens, sou uma mulher que lê e conheço pelo menos duas, que também apreciam o gênero, o escritor Susumu Hirosegawa por exemplo, começou sua carreira escrevendo Yaoi. – Voltando a falar sobre diferenças, a maioria do público gay masculino não se sente representado em yaois e já falo o porquê.

Não é apenas os traços dos personagens que mudam de um gênero para outro, as histórias se comparadas são bem diferentes, por enquanto que o yaoi tem uma diferenciação física entre os personagens sendo o uke (passivo) com traços mais femininos, e o seme (ativo) com traços masculinos, o bara é mais fiel quando se trata de aparência física e relações sexuais reais, não tendo a diferença física que ocorre no yaoi, é claro que ainda ocorrem variações do tipo físico em baras, mas sem se aproximar dos tipos andrógenos e esguios do yaoi.

Baras tendem a ser muito mais explícitos que yaoi, tratando sempre de conteúdos adultos e em alguns casos, havendo; violência até mesmo abusos.
Os autores de bara não gostam de ter sua obra sendo chamada de yaoi, afinal, como mostrei acima, os gêneros possuem diferenças, e não é nada legal com o trabalho, tanto de escritores de bara como yaoi, não terem seu trabalho reconhecido e tratado como deveria.

Apesar do conteúdo bara ser mais sério e pragmático, os personagens não são insensíveis e haverá situações mais sensíveis que outras. Vale ressaltar que o gênero não se limita apenas em mangás, podemos ver ele presente em séries e jogos, aos fãs de BL, deixo a indicação da Live action – O marido tô meu irmão

 




2,713FansLike
2,580FollowersFollow
5,533FollowersFollow
1,800SubscribersSubscribe

Mais Lidos

Uma breve síntese sobre a entrevista com um brasileiro residente na...

Olá, pessoal, tudo bem? Hoje, a matéria será um pouco mais curta, pois o foco na verdade, não é este texto, mas sim, o...

ANITTA TAILANDESA!!!

OS INTOCÁVEIS!!!!