Home Reviews Conhecendo o Território em Slam Dance

Conhecendo o Território em Slam Dance




Olá, pessoal, tudo bem com vocês? Depois de um longo tempo sem escrever nada, trago-lhes um singelo review. Sim, a partir desta semana, trarei reviews sobre o lakorn Slam Dance. Para ser sincero, eu só fui descobrir esse drama depois de muito tempo, se não estou enganado, foi no início do ano, quando eu concluí que o meu ator predileto é o Drake (aquele de My Tee) e, aí, passei a pesquisar mais sobre seus trabalhos anteriores, dentre eles está Slam Dance.

Bom, chega de propaganda, chega de enrolação, vou apresentar a série para vocês. O dorama contém 13 episódios, foi ao ar no dia 13 de maio de 2017 e teve seu último episódio lançado no dia 5 de agosto do mesmo ano pelo canal GMM One. Basicamente, a trama se passa na Faculdade de Esportes Padungthep, conhecida por liderar o ranking no país, além de apresentar uma gama de modalidades esportivas. Mas, inicialmente, apenas duas práticas nos importam: a dança esportiva e a luta profissional.

No primeiro ato, somos apresentados aos aparentes protagonistas do drama, Fang e Singh, que numa situação irrisória, nos fazem dar boas risadas. Na cena, Fang chega desesperada para se inscrever na faculdade, o motivo para tanto alvoroço consiste no pouco tempo que dispõe para preencher um formulário. Ela chegou faltando apenas 5 minutos para que se encerrassem as inscrições. Aqui, eu até entendo-a, porque eu estou em época de vestibular e eu já passei por vários apertos como este em que me inscrevia para um determinado processo seletivo muito em cima da hora ou chegava atrasado no dia da prova. Mas, continuando…

Reprodução/GMMTV

Para piorar, as canetas disponíveis para ela responder às perguntas não pegavam (quem nunca, né?) Mas, os problemas da garotas foram solucionados quando Singh, outro estudante que também estava no local a fim de entrar para a faculdade, empresta a sua caneta para Fang e ela pega sem hesitar, agradecendo-o. Posso estar sendo precipitado, mas eu acho que esses dois serão um futuro casal. Ah, outra coisa, eu achei fofíssima a caneta do P’Singh, numa pegada mais selvagem, um pouco de safári, uma coisa abrasileirada, enfim…

Reprodução/GMMTV

Em seguida, a menina consegue terminar de preencher todo o formulário e agora precisa tirar uma foto para o prontuário (eu acredito ser um prontuário, inclusive se você já assistiu a esse drama, por favor, coloque nos comentários se eu estou entendendo certo este lakorn!) e se depara com Singh tentando dar um nó em sua gravata. Aliás, como é difícil, né gente? Não sei vocês, mas eu acho dificílimo dar um nó em uma gravata. Resumindo, a garota consegue ajudar o rapaz e ambos tiram as suas fotos para o prontuário do curso.

Reprodução/GMMTV

Três anos depois… Sim! Somos teletransportados para três anos à frente, com ambos mais maduros e profissionais em suas respectivas carreiras esportivas. Vemos Fang num belo vestido vermelho segurando, por sinal, a caneta fofa de Singh (que não fora entregue desde o dia da inscrição, concluo) aguardando ser chamada para se apresentar na final da competição. Fang é uma dançarina esportiva que tem Q como parceiro (Sim, o rapaz chama-se Q). Ambos são convocados para se apresentarem e dão um show na quadra e, claro, ganham a competição.

Reprodução/GMMTV

Adivinhem que está na arquibancada aguardando o término da dança? Sim! P’Singh. Completamente envolvido pela beleza e sensualidade de sua “amiga”. O mais engraçado é que ele também tinha uma competição naquele dia e já se encontrava atrasado para a mesma, sendo acelerado por ser amigo Ken, outro fofuxo. Assim que Fang termina de dançar e é aplaudida por sua vitória, o rapaz sai correndo para o local de sua disputa.

Reprodução/GMMTV

No vestiário, Singh que já estava com seu traje de lutador por debaixo do uniforme, começa a se despir e lançar suas vestes para Ken guardar em seu armário. Nesse momento, Ryu entra e começa a conversar com os dois rapazes a cerca da competição do nosso protagonista. Singh agradece os conselhos do amigo e este oferece sua ajuda para alongar o competidor.

Confesso que tenho a sensação de já ter visto em algum lugar pessoas com esse tipo de traje, porém eu realmente não me recordo, enfim, pelo o que pude compreender, os rapazes do drama são praticantes da luta profissional (ou luta livre), uma modalidade esportiva que possui muitas segmentações de acordo com o peso do atleta. Voltemos para o drama.

Singh entra vestido de azul no “ring”, que na verdade é uma quadra com círculos concêntricos de cores interessantes, concomitantemente de seu oponente, vestido de vermelho. Não irei comentar muito sobre essa cena devido aos meus escassos conhecimentos sobre o esporte. Todavia, não posso deixar de citar duas coisas. A primeira é que agora quem se encontra na arquibancada é Fang junto de Q e este começa a explicar sucintamente as regras do jogo, que pude absorver sem muita profundidade.

Reprodução/GMMTV

Singh, nos últimos segundos da luta vence o seu oponente e os telespectadores vão ao delírio, minto, FANG vai ao delírio, toda feliz, ela começa a comemorar a vitória do “amigo”, porém não percebe que a sua “alegria” foi demasiada, até que seu companheiro de carreira pede para que se recomponha, uma vez que todos na arquibancada estão olhando para a garota. É Hilário.

Depois de Singh, chegou a vez de Ryu lutar, seu oponente também é muito habilidoso, ele, portanto, quase perde, assim como nosso amigo Singh, mas no final da partida, especialmente nos últimos segundos, ele monta uma estratégia e cria forças para derrubar seu adversário e obter a vitória. Contudo, há um preço a se pagar, qual foi o preço dessa vitória avassaladora? Palpites?

Reprodução/GMMTV

Ryu tem apenas uma de suas vértebras fraturada e, três semanas depois, vemos o rapaz dentro de um consultório ouvindo o laudo médico: “Me desculpe, mas recomendo que você nunca mais volte a praticar esportes físicos.” Olha, não deve ser necessário chegar a passar por uma situação como essa para inferir que a notícia recebida pelo rapaz foi um choque, um crack para seus sonhos e sua carreira como lutador, eu fiquei bastante comovido pelo rapaz… Mas,

Ao sair do consultório, Ryu encontra Singh no corredor e este pergunta sobre o laudo médico, aquele, então, responde que está tudo bem e precisará apenas de algumas sessões de fisioterapia para voltar aos rings novamente. Tirem suas próprias conclusões sobre o desfecho dessa história.

Na terceira parte do primeiro episódio, somos guiados por Fang até o departamento de dança esportiva (caso não seja um departamento, certamente se trata do local de treinamento desses atletas) temos nossa protagonista enraivecida com alguns de seus colegas de curso que estão utilizando as salas para ensaiar outros tipos de dança que não sejam a esportiva (Na verdade, eu dei uma pesquisada e achei que a dança esportiva é uma das três modalidades da dança de salão, caso você, leitor, tenha mais informações sobre essas diferenças, ficarei grato se você puder colocá-las nos comentários).

O auge dessa braveza é quando se depara com Namfon e seu grupo de dançarinos que ultrapassaram o horário agendado para a utilização de uma sala. Dessa forma, Fang invade a sala e avisa a outra garota sobre o fim de seu uso (horário), mas a menina pede mais cinco minutos, Fang, por sua vez, altera o tom de sua voz, mas a outra menina não liga e continua a sua prática. Nossa protagonista, cansada de esperar, vai até o notebook em que estava sendo transmitida a música, pega o pen drive e lança pela janela!! Levando Namfon a loucuraa!!!

Reprodução/GMMTV

Achei um exagero tudo isso e mais, considerei a postura de Fang autoritária e grosseira, tudo bem, Namfon não estava certa, mas precisava de tudo isso? Deixo a resposta com vocês. A tensão na sala eleva-se a um ponto tão crítico que por pouco as duas não saem no tapa, mas tudo foi evitado graças a Q, grande Q! (Para outros, odioso Q) Q impede que as duas garotas façam alguma besteira e pede desculpas em nome de Fang, ainda que considere a atitude de Namfon equivocada. BABADO!

Na última parte, voltamos para os meninos da luta e somos bombardeados por notícias não muito boas, a primeira é que a faculdade passa por um momento de redução de gastos e os atletas terão que diminuir suas regalias (até o salário do técnico Mee está atrasado); a segunda é sobre a escolha do novo presidente do clube, que pelas regras, o sucessor deve ser aquele que possui o maior número de medalhas depois do atual (P’Singh), neste caso, são: Ryu e Bas.

Reprodução/GMMTV

Mas, o técnico e o atual presidente preferem Ryu, porém este recusa de início, pois se recorda dos conselhos do médico, mas devido à insistência de seu companheiro, cede. Quando Singh anuncia ao restante do grupo a decisão, há controvérsias, sobretudo por parte de Bas, alegando ser favoritismo e propõe uma votação. A eleição para o novo presidente é acirradíssima, tendo como resultado 5 (Ryu) x 4 (Bas). Aparentemente, nos próximos episódios teremos mais faíscas desse conflito entre os meninos da luta livre, não só isso, estou ansioso para saber como Ryu contará aos outros sobre sua fratura na coluna…

Reprodução/GMMTV

Pessoal, esse foi o review de hoje, eu espero que tenham gostado. Vou ficando por aqui, um grande beijo e aquele abraço!

Kawê Oliveira
Kawê Oliveira
Olá, me chamo Kawê e faço parte da equipe da BLB. Sou colunista e tradutor, é um prazer imenso poder auxiliar na produção de conteúdo asiático e LGBT acima de quaisquer divergência de opiniões. Fico por aqui, um grande beijo e aquele abraço.
Kawê Oliveira
Kawê Oliveira
Olá, me chamo Kawê e faço parte da equipe da BLB. Sou colunista e tradutor, é um prazer imenso poder auxiliar na produção de conteúdo asiático e LGBT acima de quaisquer divergência de opiniões. Fico por aqui, um grande beijo e aquele abraço.
3,944FansLike
3,020FollowersFollow
6,548FollowersFollow
1,800SubscribersSubscribe

Mais Lidos

Tharn e Type: Um guia para entender e se apaixonar

Olá meus bombons de licor, tudo bom vocês? Hoje nós vamos falar sobre uma série que está prevista para estrear ainda esse ano e já...
%d blogueiros gostam disto: