9.0
Nota Geral

Pontos Fortes

  • Atuação
  • Cenografia
  • Enredo

Pontos Fracos

  • Trilha sonora
Atuação
9
Cenografia
10
Enredo
10
Trilha sonora
8

Resumo do Review

A história de um romance que superou outras vidas para estarem juntos

Olá, meus unicórnios, tudo bom?

  Hoje trago para vocês, mais um review dessa série que vem nos deixando apaixonados a cada semana. Vamos relembrar as partes mais emocionantes do episódio 8? Let’s Go.

  Não tem como assistir essa cena e não comentar sobre ela ou não se emocionar, é inevitável. Cada tapa no Korn era como se estivesse sendo em mim. Nós conseguimos perceber a tristeza do Korn por ele não gostar da reputação que tem, de não querer seguir os mesmos passos do pai.

  Title finalmente nos deu o ar da graça e, mesmo não dizendo nada, conseguimos sentir a preocupação dos irmãos com a relação do pai do Korn com ele (sim, talvez eu tenha chorado).

  Aqui, temos Pharm olhando as fotografias da casa do Dean e, então, ele acaba reconhecendo Alin, sobrinha de In. Meu coração deu umas paradas? Provavelmente.

  Sabe, meus amados, às vezes no silêncio da noite, eu fico pensando COMO QUE O KORN CONSEGUIU RESISTIR TANTO TEMPO AO IN? Além de ser lindo, ainda ganha pela barriga.

  Nessa cena podemos ver o Dean dando sentido a frase “Quem perde tempo é relógio velho”. É impossível não morrer de amores com esses dois juntos.

  Mas, saindo do modo fofura, que convite foi esse hein senhor Dean? Sedento, eu diria. O Pharm até parou de raciocinar depois dessa, não julgo, no lugar dele era capaz esquecer até meu nome. 

  Essa cena começou perfeita a partir daqui, quando Pharm coloca a mão no ombro do Dean, podemos perceber que ele fica mais calmo, assim como o In era a calmaria para o Korn.

  Eu tive que controlar meus surtos aqui, que mão em volta do Pharm foi essa Dean? Senti o impacto, Phoom queria saber quem era o amor do irmão e o Dean tratou de mostrar quem era.

  Essa cena foi importante em todos os sentidos, podemos notar o receio do Pharm em contar para a mãe que tem um namorado, a confiança e amor pelo Dean que fez ele, mesmo com medo, se assumir.

  E que mãe maravilhosa, ela fez ele entender que tudo bem ser quem ele é e amar quem ele ama.

  O alívio dos dois é a coisa mais fofa e chega a ser cômico também. E voltamos para o chamego todo que é a relação desses dois. Agora foco na cara do Dean pro Don, é ótima.

  E quando digo que o Dean não perde tempo, significa que ele realmente não perde tempo, se ele tiver a oportunidade de mostrar que está apaixonado pelo Pharm, pode ter certeza que ele vai. Essa troca de sorrisos deles é a coisa mais perfeita também, nós conseguimos sentir junto com eles.

  Deixei uma das melhores cenas para o final, é nítido cada emoção desse casal, o Korn finalmente se rendendo ao que ele sente pelo In. Era a primeira vez dele na praia e nós conseguimos sentir a alegria dele, ele estava descobrindo outro lado da vida com o In, um lado mais leve.

  E essa declaração? Eles sabiam que ainda iam enfrentar muitas coisas, mas queriam enfrentar juntos, e esse pedido de namoro em conjunto foi perfeito. Nós sentimos a alegria do In como se nós estivéssemos lá com eles. Acho que não preciso comentar o beijo, né? Nem notei que estava segurando a respiração, a necessidade de estar com outro, de querer o outro, estava estampado, quase que literalmente.

  Agora, para finalizar, deixo para vocês a promessa que fizeram um ao outro e o quanto estavam apaixonados.

  Bom, por hoje é só. Espero que tenham gostado. Beijos.