Já assistiu seu bl hoje?

Já vou adiantando que neste review, o tema traição se faz presente.

O episódio se inicia no salão onde Kenji trabalha, Keiko-chan a esposa de seu chefe irá voltar a trabalhar no salão, o marido permite como uma forma de fazer as pazes devido as suspeitas da mulher de que está sendo traída.

No próximo bloco, nosso casal favorito (Ken e Shiro) está tomando café da manhã, Shiro entrega a Kenji uma carta do correio, a carta era do governo de Chiba, uma cidade do Japão, o pai de Kenji recebe assistência do governo e de tempos em tempos o órgão governamental envia uma carta a procura de um parente que possa cuidar do pai de Kenji. Através disso, acabamos descobrindo um pouco mais da vida de Ken, seu pai tinha outra mulher então não era presente na vida de Ken, para ele seu pai era apenas um cara que aparecia em casa após muitos meses, batia neles, pegava o dinheiro deles e desaparecia, ele parou de aparecer quando Kenji com 9 anos expulsou-o de casa.

E a cena novamente vai para o trabalho de Ken, agora Keiko-chan já está trabalhando no salão e pelo visto os funcionários do salão incluindo Kenji e seu chefe não estão felizes com o modo da nova membra de trabalhar. Ao conversar com seu chefe em particular, Kenji pergunta se ele havia terminado o caso com Sejima-san e se Keiko-san tem ciência de que ela é sua outra mulher, (para quem não entendeu, a esposa está conversando com a amante no salão, mas nenhuma sabe da outra, eu sei, eu sei, isso é uma confusão que vai dar merda).

Em casa shiro combina de sair com Kohinata e Kenji em uma terça. Mas Ken não parece gostar muito da aproximação dos dois, principalmente pelo fato de Kohinata ser o tipo de Shiro.

E vamos mais uma vez para trabalho de Ken, nesta cena ele está conversando com a “novata” do salão ela declara que uma vez que voltou ao trabalho e consiga confiança de volta, não será mais manipulada (tão sentindo cheiro de mulher esperta que sabe que está sendo passada para trás?). 

Quando Kenji chega em casa e vê Shiro ao telefone agradecendo por uma sacola, já supõe que seja Kohinata e diz que não irá na terça, Shiro fala que mesmo assim irá, e é aí que Kenji começa a pirar,  surtar e conta a Shiro que já traiu uma vez e não quer ser traído, fala que se arrepende disso e começa a se autodepreciar e chorar. Shiro liga para Kohinata desmarcando na terça, Ken se desculpa ainda chorando. Quando já está mais calmo, no preparo do jantar, Ken desabafa com Shiro, conta que o casamento de seu chefe está indo por água aos pedaços e que ficou com ciúmes por Shiro ter ganhado uma bolsa de marca de Kohinata e ter ficado muito feliz, Shiro dá risada e conta que na verdade, o presente é de Kayoko (e novamente o problema foi resolvido! Adoro quando as coisas terminam bem).

Já no outro dia as coisas estão leves! Shiro está fazendo brunch para eles quando Ken aparece com um grande pôster da Matsuya Mammi de maiô a uns 30 atrás, você já imagina que alguém deve estar com ciúmes e o outro envergonhado né. Para mudar o assunto da conversa e Ken largar seu pôster pede ajuda na cozinha com os crepes.  

O brunch deles foi regado a comida boa com uma cerveja para acompanhar ambos se mostraram muito felizes e satisfeito com o dia que estavam tendo, afinal, eram seus dias de folga.

 

 

Para quem sabe fazer panqueca, não tem segredo. Pegue a massa com uma concha, coloque uma concha de massa no fogo, após alguns segundos vire a massa na frigideira, depois de alguns segundos tire a massa que já estará pronta e repita o processo com o restante da massa.

O melhor é que você pode usar como recheio o que quiser.

É isso galerinha! Obrigada por acompanharem até aqui e a gente se vê vemos nos próximos reviews!