9.0
Nota Geral

Pontos Fortes

  • Cenografia
  • Atuação
  • Enredo

Pontos Fracos

  • Trilha sonora
Atuação
9
Enredo
9
Cenografia
9
Trilha sonora
8

Resumo do Review

Entre medos sobre o passado e a certeza de seu amor, Dean e Pharm seguem enfrentando juntos. Um amor que superou outras vidas

Olá, meus unicórnios, tudo bom?

  Hoje vamos para mais um review desse lakorn maravilhoso que é Until We Meet Again. O episódio 12 com certeza nos arrancou muitas lágrimas e risadas também. Prontos para relembrar as cenas mais emocionantes? Então vamos nessa.

  Nesse momento, temos Pharm e Dean preparando as oferendas para os monges. Realmente não sei lidar com tanta fofura desses dois, e apesar de já ser uma marca da série esses momentos do Pharm cozinhando, a cada episódio fico mais apaixonada pelo jeito dele. Feita a oferenda para os monges, eles ouvem um conselho que fica na cabeça de Pharm durante a volta. Por que será que o monge falou em perdão? Quem ele tinha que perdoar? Ou quem teria que perdoar ele, no caso, o In? Isso tudo não saía de seus pensamentos.

  Agora temos Dean levando seu amado, sem ele saber, para conhecer An, que além de irmã do In, também é avó de Dean. De início, Pharm fica apavorado porque mesmo que ele queira conhecer mais sobre o passado de In, ele tem medo do que isso pode mudar na sua vida. Mas Dean logo conforta Pharm, passando a confiança que eles têm um pelo outro e logo ele se acalma e decide seguir o caminho para cada de An.

  Antes de entrarem na casa, Dean conta mais sobre An e sobre sua filha, Alin, sobrinha de In. Primeiro, como num enigma, ele começa a dizer que Alin já é casada e tem três filhos, os três estão na faculdade, um em administração de empresa, outro em arquitetura e a última em artes. Então Pharm ligou os pontos, Dean faz a primeira faculdade, Don a segunda e Del a terceira. E o moreno logo conforta Pharm dizendo está tudo bem e que ninguém poderia machucá-los.

  Agora a cena que foi muito emocionante, quando An vira e se depara com Pharm, ela enxerga também In, seu amado irmão. An abraça In/Pharm como se todos os pedaços de seu coração estivessem voltando ao lugar. Com certeza, esse momento nos proporcionou choro e, de certo modo, um sentimento de coração quentinho. 

  Nesse momento, temos Don e Del chegando a cada de sua avó An, se deparando com Pharm e Dean. De longe a cena mais icônica do episódio, onde Del e Don começaram a insinuar que Dean anda dormindo no apartamento de Pharm e sabe se lá o que eles estavam fazendo durante a noite (nós queríamos, mas ainda é só um sonho mesmo) e a situação se torna, ao mesmo tempo que constrangedora, engraçada e leve.

  Precisamos falar dessa cena do ônibus, onde Team faz a sonsa sobre sua relação com Win, mas quem já leu a novel ou pegou spoiler, sabem muito bem que eles já se pegam desde o segundo episódio. Mas fingimos que acreditamos na madame, são raros nossos mimos com essas interações WinTeam.

 Enfim o dia da viajem chegou e tivemos vários momentos até a chegada no resort que o clube de natação irá ficar para treinarem, e tivemos as divisões dos quartos. Claro que Win não perdeu tempo e foi logo pegando o Team e dizendo que ficariam no mesmo quarto (agora vai)

  E terminamos o episódio com In e Korn, foi um momento breve, mas podemos ver que In sabe muito bem que quem perde tempo é relógio velho e temos ele oferecendo seu sorvete ao Korn, mas era só uma desculpa pra beijar ele (não julgo).

  Bom, por hoje é só, espero que tenham gostado. Beijos.