8.0
Nota Geral

Olá meus bonitos, como vocês estão?

Hoje vamos de review de uma série bem curtinha, mas que ganhou nossos corações.
O que vocês precisam saber? Primeiramente, o nome, é claro (kkkk). “The Moment” – I need you vem trazendo a história de 2 personagens, Mhok (Bank Thanathip) e Bai (Thanhapon Aiemkumchai), onde Mok um jovem veterinário viaja para um hotel no meio das montanhas para acalmar seu coração ferido, e lá conhece Bai, o barman do hotel.

Foi denominado de “Music short film”, trazendo apenas 4 episódios de aproximadamente 10 minutos cada e quem nos agraciou com essa gostosura de BL foi o Star Hunter Studio (eles merecem biscoitos por esse curta).
A história é fofa e envolvente (eu amei e tenho certeza que vocês também irão gostar)

Primeiramente temos a chegada de Mhok no hotel, onde, diga-se de passagem, tem uma paisagem incrível.

Aquele banho de piscina para acalmar o coração machucado (e deixar os telespectadores babando).

Ao cair da noite, esse bebê sofredor vai ao bar do hotel e bebe todas, iniciando assim seu contato com Bay (que é um principezinho, juroo!!!), Bay irá ao seu encontro perguntando o porquê dele estar agindo daquela maneira e Mhok não é nada gentil com Bay.

Mesmo assim, nosso gentil barman tenta ajudar o bebezinho resmungão, porém nosso ogrinho não é nada gentil e tira em seguida um copo de bebida que Bay trazia em suas mãos e o bebe.

Em seguida Mhok desmaia nos braços de Bay (clichê né? Eu amei kkkk).

Bay (como ótimo funcionário do hotel) leva o senhor bêbado para o quarto dele.
No caminho para seu quarto somos agraciados com um momento mais intimista dos dois, Mhok coloca Bay contra a parede e rola aquele climinha/tensão sexual. (nessa parte, em específico, eles conseguiram dar um ar cômico muito bom, sem tirar o sentimento da cena da parede).

Mhok depois de sentir um leve gay panic com sua própria atitude, pede para Bay se afastar e sai andando, e com toda sua teimosia e bebedeira cai de cara no chão.

Chegando ao quarto, rola mais uma ceninha clichê do Bay caindo em cima do Mhok quando vai coloca-lo na cama. 
E então Mhok deixa transparecer seu lado doce (pela primeira vez) e pede para o Bay não deixa-lo sozinho e pede desculpas pelo seu mal comportamento.

Então Bay, com seu coração mole (seiii, tá afim do macho que eu sei) aceita ficar e fazer companhia para Mhok.

Mhok mais uma vez implora pela companhia de Bay e o faz prometer que Bay não o deixará sozinho (um neném carente precisando de atenção).

O dia amanhece e quem acorda confuso???
Isso mesmo, nosso querido bebê Mhok, em uma cena onde o mesmo está se escondendo e procurando sorrateiramente pelo seu salvador Bay.
Aqui mais um elemento da trama é apresentado o dono do hotel, Boston (Jatsadakorn Bundit), onde recebe a informação que Bay não está no hotel naquele momento.

Mhok sabendo do horário de trabalho do Bay vai atrás do mesmo, a noite no bar, para perguntar o que aconteceu noite passada (Bay merece palmas pelo jeito que tratou Mhok).

Bay explica o que aconteceu e a partir dali começa um pequeno diálogo entre os dois. Mhock agradece e se desculpa mais uma vez com Bay.
O barman vê a tristeza em seu novo amigo e então resolve distraí-lo com um passeio (cena para o próximo cap.)
Eles selam o acordo de sair depois do expediente de Bay, com uma promessa de mindinho, não é fofo?!!!

Viram, falei que seria rápido. Amanhã trarei o 2° capítulo.
Espero que tenham gostado <3

XOXO

CaroldasAlices