• 14/05/2021

Cinco segundos no paraíso

Ai,  gente… Não sei nem como começar esse review porque estou muito triste pela série ter acabado. Não quero aceitar que chegou o último episódio! Preciso de mais para sobreviver! E, caso você seja igual a mim, completamente boiola por essa série incrivelmente fofa, você pode relembrar o que aconteceu nos últimos episódios: Episódio 1, Episódio 2, Episódio 3, Episódio 4 e Episódio 5. Para acessá-los, basta clicar sobre eles.

Primeiro, gostaria de dizer que tive acesso de forma antecipada ao episódio e, sinceramente… Laudo médico: Boiola demais. Queria ficar aqui batendo um papo, só pra não ter que escrever e chegar até o final, mas temos um trabalho a fazer, não? Vamos lá!

Importante: Qualquer comentário em itálico e fora de contexto serão surtos (possivelmente MUITOS) ou opiniões pessoais.

Nesse momento eu dei um pequeno grito. É sério!

Começamos o episódio com Chen adentrando ao quarto de Key que, por conta de uma medida emergencial da cidade, terá que ficar por 24h onde estava. Conversando sobre a moradia de Kalunsod, Chavez avista o totem de papelão que o garoto possuía em seu quarto, presente dos seus amigos. Logo em seguida, faz um jogo de adivinhação com um jovem e mostra que aquela imagem é, na verdade, ele! O que deixou o Key completamente em choque… Eu amo ele!!!

Os garotos conversavam sobre a história do totem – após muitos flashbacks sobre seu primeiro encontro – e Chen falava sobre qual época aquele totem surgiu. Segundo ele, foi um trabalho como modelo de anúncio impresso para suplementos vitamínicos, o qual odiou fazer – comentou como seu cabelo estava horrível. Foi imediatamente repreendido pelo anfitrião, que pediu para não tratar seu “calendário melhor amigo” – que carinhosamente chamava de Kal – daquele jeito, já que ele era seu único companheiro durante a quarentena.

Eu acho que nem preciso comentar que, a cada minuto, eu dava um grito bem fininho, de tanto surto que eu tive…. Nunca serei amado assim?

O influenciador digital brinca com o garoto ao dizer que o fato do totem estar no quarto significava que ele deveria estar lá em algum momento, deixando-o visivelmente nervoso a ponto de deixar um brinquedo, ao qual usava como distração, cair no chão. Ambos decidem pegá-lo simultaneamente, fazendo com que se tocassem. Key sente uma faísca nesse momento. Chen indagou ao rapaz se ele era o motivo do seu nervosismo, que afirma e diz que o mesmo deveria saber qual era o motivo.

Laudo médico: eu já nem sei mais!

Aos poucos, os rapazes começavam a se aproximar, seguindo com a vontade de Chavez de querer ver o rosto do seu crush. Enquanto deixava claro a sua vontade ele diz a Key: “Vamos fazer isso.” Durante sua aproximação, ele era questionado sobre o que tinha em mente, seguindo com os pedidos e com a preocupação de que seu anfitrião estivesse confortável com isso. Ao chegar consideravelmente perto do rapaz, o influenciador digital sussurra que iria se afastar primeiro.

Gente, sabe aqueles carros que vão de 0 a 100 km em alguns segundos? Meu coração conseguiu ser pior com essa cena. Ticket2Me… Por que?

Ao se erguer, Chen caminha até o outro lado da cama e Kalunsod se posiciona há alguns metros dele, do outro lado. Então, o rapaz, que tomou a iniciativa de se levantar, revela sua intenção: retirar a máscara por alguns segundos para que pudessem se ver. Em uma grande barganha de tempo, acordaram que seriam dez segundos. Tempo suficiente que eu usaria para… Bom, segredo…(e Coronavírus).

Eu JURO POR DEUS que fiquei igual uma criancinha quando vê algum animal em algum pet shop, com um sorriso na cara e parecendo uma doida gritando para os pais: “EU QUERO UM, EU QUERO UM!”

A ideia era que ficassem de costas e, ao virarem um para o outro, removessem suas máscaras, começando a contagem de dez segundos. Eles se encararam e se cumprimentaram, aproveitando cada segundo do seu tempo estipulado. Eu juro por tudo que é mais sagrado, que eu fiz a mesma cara que eles dois e eles são FICTÍCIOS!

Segundos depois, após colocarem suas devidas máscaras, Chen indaga sobre o que eles poderiam fazer, já que estavam confinados por 24h naquele quarto. Key o repreende sobre suas ideias de forma consciente e explica que, embora tenha ideia do que fazer enquanto confinados, tinham que entender que seguir os protocolos de segurança era importante para sua proteção. O rapaz rebate, concordando com ele, e diz que existem pessoas que estavam passando por momentos piores durante essa quarentena e que ele ficava feliz de ter a companhia de Kalunsod.

Aqui eu dei um mini gritinho de fangirl.

Novamente começou a se aproximar de seu anfitrião, Chen disse que não estava sendo fácil para ele ter que suportar aquela situação com o rapaz. Com o passar do tempo, acabava se tornando difícil não se aproximar do jovem ou não tocar nele. Eu te entendo, Chen. Eu também não conseguiria… 

Key então pergunta como eles farão para que pudessem sobreviver essas 24h juntos, sem que fizessem algo estúpido e arriscado. Chavez resume algumas pequenas regras, como: não removerem suas máscaras faciais e não compartilharem comidas ou utensílios. Até que Kalunsod acrescenta que não deveriam se tocar, sendo reforçado e complementado – de forma provocativa -, que toques, abraços e beijos estavam fora de cogitação. Eu respirei tão rápido e forte nessa cena que poderia encher um saco inteiro de balões.

Mano, eu… Eu realmente não consigo formar uma frase sem ser um aglomerado de: AAAAAAAAAAAAAAA!

Para que as coisas ficassem mais interessantes, Chen sugere que deixassem seus seguidores decidirem o que fazer para que evitassem de quebrar as regras. Sendo assim, ele abriu uma live em sua rede social UpTik e explicou o que aconteceu e onde estava. 

Instantaneamente começaram a perguntar se aquele garoto, Key, era o mesmo que o deixou esperando por duas horas em seu primeiro encontro. Após dizer quem era, Chen assume que tem o desejo de ser o namorado do rapaz e que sabia que era recíproco. Ao se abrir para seu público sobre o desejo de ambos de se beijarem, pediu ajuda para começarem um desafio chamado “tente não beijar”, onde fariam algumas atividades sugeridas por seus fãs na rede.

Então, começamos a saga para que os rapazes não caíssem na grande tentação que seria se beijarem. O que eu particularmente teria certeza que iria perder… Sinto muito OMS… 

Como primeiro desafio, eles tinham que aprender uma nova dança viral da rede, seguido por dicas de produtos para cuidados com a pele – onde praticavam com ursinhos de pelúcia por motivos que já sabemos qual. Em seguida, temos o desafio das flexões – onde Key acaba não se dando muito bem. Seguiram com o desafio e, como parte de uma das ideias, arrumaram o quarto.

Nesse momento eu dei um grito tão alto, que tenho certeza que eles ouviram.

Após terminarem de fazer seus desafios, Key procura uma roupa para emprestar ao seu convidado e, ao perguntar sobre o seu tamanho, recebe como resposta: “grande”. MEU DEUS, CHEN! VOCÊ É MUITO SAFADO! Amei! hihihi.

Eu só não sei dizer quem é mais safado: o que pensou na piada ou o que decidiu conferir… Eu posso te ver Key! Acha que me engana?

Depois de separar novas roupas para que Chen pudesse tomar banho, Kalunsod o convida para jantar e conversam sobre o seu dia de criação de conteúdo, completando um dos desafios sugeridos – denominado de “Vida real em casa”.

Eu já falei que eu amo a conexão deles dois? Fico com o coração tão quentinho quando eles trocam olhares… Queria um Key (ou um Ali hihi) para mim 🙁

Ao chegar o momento de tomarem banho, os garotos acabam entrando em uma pequena discussão sobre quem iria primeiro, demorando um pouco – MUITO – para decidir. Depois que resolveram o problema do banho, Chen questiona como iriam resolver para dormir, já que Key possuía apenas uma cama – DE CASAL. Kalunsod sugere dormir no chão, enquanto seu visitante dormiria em sua cama, entrando novamente em uma discussão sobre quem deveria dormir na cama. E lá vamos nós

Chavez desafia ao rapaz para uma partida de Jo-Ken-Po*, onde o perdedor iria dormir na cama. Ao aceitar o desafio, Key perde a aposta e acaba tendo que dormir em sua cama e o seu convidado, no chão. Chen não consegue dormir no chão e acorda seu crush para falar sobre isso. Key sugere que troquem de lugar. O influenciador digital diz que a cama possui espaço suficiente para que ambos possam dormir juntos e o empurra para a outra extremidade, aconchegando-se no lado oposto.

*Pedra, papel e tesoura

Nem olhe para mim! Não vou falar nada.

Ei! Psiu! Não vai funcionar!

Key decide criar uma barricada entre eles com seus travesseiros e pelúcias, para que possam dormir sem quebrar as regras ou sem perderem no desafio proposto mais cedo. Chen questiona a Kalunsod sobre seus hábitos noturnos e, enquanto conversa, o influenciador é questionado sobre estar sussurrando, respondendo que fazia parte de um dos desafios do “tente não beijar”, onde precisavam falar em ASMR.

QUE ÓDIO ELES SÃO UIASDFHTGUY7FGKASLJGFAYFAAAAAA

Os garotos comemoraram por terem conseguido concluir todos os desafios solicitados pelos seguidores de Chen até o anoitecer. Chavez pergunta se Key estava usando sua máscara facial e pede para remover a sua por um tempo, já que não estava acostumado a ir dormir usando uma. Em um acordo, os meninos decidem por cada vez removerem as suas para que pudessem respirar melhor antes de dormir.

Gente foi aqui que meu sistema deu pane. Desde então eu não funciono mais… Eu quero gritar… AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA! 

Pronto

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA! Ok. Agora foi.

Chen diz a Key que eles vão falhar no desafio – AH NÃO ME DIGA. O anfitrião insiste em que continuem tentando. Em uma réplica, Chavez pede para que tentassem por uns cinco segundos, sendo questionado sobre o que gostaria de tentar. Ele responde que queria beijá-lo. Lá vem grito…

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!

Tendo seu pedido negado, o influenciador digital usa como argumento a “regra dos cinco segundos”, utilizada para a comida – que diz que se o alimento cair no chão você tem até cinco segundos para comê-lo sem se contaminar -, dizendo seguir o mesmo princípio porque – ATENÇÃO – é algo que se coloca dentro da boca. Relutante, Key reclama que seus esforços acabaram sendo em vão e aceita a condição do beijo durar por cinco segundos. Gente, eu já vi o episódio e eu dei um grito na MESMA cena. não é possível.

Chen fica sem acreditar que seu pedido foi aceito, mas, logo em seguida, recebe a confirmação por Kalunsod de que ele iria aceitar, desde que mantivessem a condição de  cinco segundos. O jovem brinca ao chamar de “sete minutos no paraíso” – brincadeira juvenil que tranca duas pessoas em um armário por sete minutos e elas podem fazer o que quiserem, isso mesmo, o que quiserem -, mas que aceitava os termos e que, após o beijo, eles poderiam lavar as bocas com um enxaguante bucal.

ITS HAPPENING! ITS HAPPENING! ITS HAPPENING!

Enquanto Chen se aproximava, Key o orientava para que, quando fosse embora, fizesse um auto-isolamento por 14 dias – regra estabelecida pelo Ministério da Saúde para que infectados com o novo Coronavírus não contaminem outras pessoas – dentre outros cuidados, assumindo que iria fazer o mesmo e que eles deveriam atualizar um ao outro sobre o dia a dia.

GENTE! PELO AMOR DE DEUS! EU NÃO ESTOU BEM! CHAMEM UMA AMBULÂNCIA! 911! 190! QUALQUER COISA! PELO AMOR DE DEUS! ESTOU TENDO UM TRECO!! JGFD76WQ23RGFKJAGFASFDASJNGSFKLJHAFGUFG AAAAAAAAAAAAAAAAA!!

Gente, não tem nem CABIMENTO alguém surtar nas MESMAS CENAS. Mentira, tem sim! AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA A! TRILHA SONORA P$#!@!

Gente, é sério. Estou chorando DE NOVO!

Ao removerem suas máscaras, os garotos decidem contar até três para que pudessem começar a se beijar. Enquanto se beijavam – AAAAAA – Key recitava que, todas as preocupações e tristezas que habitavam sua mente pareciam não existir. Ele dizia que havia esquecido que ansiavam pela felicidade que os tornavam humanos e lembrou, mesmo com tantas dificuldades, injustiça e até mesmo quando o mundo parece tão sem esperança, como é bom ser feliz.

Permissão para surto? Não preciso disso! AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA! Gente eu to chorando de novo… 

Do outro lado, tínhamos Chen, que comemorava o seu tão merecido beijo, tendo a sua vitória contra o vírus, já que conseguiu beijar a pessoa que tanto gostava e que esse beijo foi recíproco. Kalunsod questionava-se sobre o ato, se realmente foi algo verdadeiro ou apenas uma explosão dos seus sentimentos reprimidos por conta da quarentena. Lembrou dos seus picos de ansiedade, mau humor, estresses, pânico e desesperos, entretanto ter Chen alí com ele em seu pequeno mundo, aconteça o que acontecer ele não seria derrotado, seja em uma pandemia ou não.

Eu estou literalmente olhando para a tela, imóvel. Eu não sei o que fazer, falar ou escrever. Na verdade, eu só consigo agradecer, sem conseguir desfazer o sorriso do meu rosto. Não consigo ter palavras para descrever todas as sensações que tive ao assistir essa série desde o início. Como todas as coisas foram cuidadosamente planejadas e tratadas, como a Ticket2Me conseguiu nos entreter e ensinar simultaneamente em pouco mais do que seis episódios.

Obrigado por desenvolverem uma série tão importante nos tempos atuais, que nos inspira, nos envolve e nos acolhe. Eu queria, de fato, conseguir transformar em palavras tudo o que eu senti ao acompanhar essa série, como cada momento me afetou de forma singular e carinhosa. Até esse último episódio, com a fala de Key, enquanto Libby encontrava-se com Dicky, Dev com sua Capitã e Martín levando Whilce para casa, eu me senti tocado por todos esses momentos e ainda mais motivado a acreditar em meus sonhos, nós não seremos derrotados. Mais uma vez, muito obrigado Ticket2Me e a todos os envolvidos nessa produção maravilhosa e de tamanho sem igual.

Cara. Eu, de verdade, queria que vocês soubessem o que eu estou sentindo agora. Sabe quando vocês estão cansados de um dia exaustivo e após tomar um banho quente, vocês se deitam na cama? É exatamente essa sensação que eu estou sentindo em meu coração. Foi uma experiência mágica, acompanhar e trazer toda semana para vocês cada detalhe dessa série que se tornou uma das minhas favoritas de 2020. Mais uma vez, muito obrigado.

Enfim, galera é com grande pesar que eu me despeço de Boys Lockdown, essa série incrível, sensível, amorosa e educativa. O que vocês acharam da série? Espero que, assim como eu fui, vocês tenham sido tocados em seus corações, obrigado por me acompanharem nessa jornada e eu vejo vocês nos próximos reviews!

Lembrem-se de seguir a Ticket2Me em suas redes sociais e ajudá-la a perceber o impacto que a sua produção teve nesse momento tão difícil, quem sabe assim eles continuem trazendo mais produções incríveis para nós!? Bebam frutas e comam água! Mumu ama vocês! <3

0 Reviews

Write a Review

Avatar

Mumu

Amante de jogos e constantemente a causa dos estresses diários, gosto de escrever, ouvir música e dançar. Fã de filmes e séries, mas enrolo constantemente pra assistir quase todos :p

0 Reviews

Write a Review

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x