• 14/05/2021

“A ganância sobre a arte”

Como muitos de vocês sabem, ontem o twitter estava um completo caos, o motivo: Kakao M. Porém, antes de falar sobre como tudo começou, vamos primeiro falar sobre essa gravadora.

A KakaoM é uma gravadora de música e entretenimento sul-coreana que já atendeu pelos nomes de: Seoul Records, YBM Seoul Records e LOEN Entertainment. Foi fundada no dia 7 de Julho de 1982, pelo Min Yeong-bin. O CEO da gravadora é o Shin Won-soo e o produtor musical é o Jo Yeong-cheol. A subsidiária da empresa é a Starship Entertainment e as plataformas de streaming vinculadas a KakaoM são: Genie, Flo e Melon.

Kakao M vs Spotify Global:

Na tarde deste domingo (28.02), a gravadora removeu músicas e partes das discografias de artistas de K-Pop, ao qual ela é a distribuidora, do Spotify; essa decisão se deu por conta do Spotify ter decidido lançar sua plataforma na Coreia. Como todos sabem, a Coreia visa muito o lucro e vendo que uma das maiores plataformas de streaming iria ser lançado em seu país, tendo como prejuízo a perca de usuários, a Kakao M tomou a decisão de não renovar o contrato com o Spotify Global e remover  de 30 à 40% das músicas de K-Pop.

Essa decisão gerou uma revolta em todos os fãs internacionais, deixando o twitter de “cabeça pra baixo”. Até pessoas comemorando havia, mas para essas pessoas não precisa se dá palco.

Sobre as respostas das empresas, seguimos sem algo claro. De um lado, o Spotify lançou uma nota, enviado ao F5, dizendo que tentou renovar o acordo de licença global com o Kakao M, mas não tiveram sucesso, acrescentando que lamenta o ocorrido e deseja que tudo se resolva. Do outro, a Kakao M diz que a disputa continua e que ainda estão em discussão com o Spotify.

Como resultado dessa decisão, diversos grupos foram afetados; alguns tiveram apenas parte da discografia removida, outros tiveram praticamente tudo. Dentre eles estão os grupos: The Boyz, Monsta X, SEVENTEEN, Victon, Cravity, VIXX, Momoland, Mamamoo, Gfriend, Loona, a cantora IU, que está apenas com a discografia japonesa, entre outros. Uma pessoa no twitter fez uma lista completa de todos os grupos e artirtas que foram prejudicados, quem tiver interesse é só clicar no link abaixo:

@lemonphobic (lista)

Tablo:

Tablo é membro do boy group Epik High e também se mostrou indignado com a escolha da Kakao M, o que não é por menos, tendo o seu grupo afetado. Ele comentou em seu twitter sobre esse desentendimento: “Aparentemente há um desacordo sobre nossos distribuidores KakaoM e Spotify, o que fez nosso novo álbum, ‘Epik High Is Here’, não estar disponível globalmente, o que é contra nossa vontade. Independente de quem é o culpado, por que é sempre os artistas e seus fãs que sofrem quando as empresas colocam a ganância sobre a arte?”

Agora me digam, o que vocês acharam dessa confusão? Acham que a Kakao M pode voltar atrás em sua decisão ou nem?

Referências: Folha de São Paulo; @Gabi_Tioko; @PrettyJiBrasil

Não esqueçam de seguir a Boys Love Brasil em todas as redes sociais para ficar por dentro das novidades.

🔹Facebook: @grupoblb

🔹Twitter: @boyslovebrasil

🔹YouTube: Boys Love Brasil

🔹Instagram: @boyslovebrasil

🔹Telegram: @boyslovebrasil1

🔹Nossa loja: lojablb.com

0 Reviews

Write a Review

Ray

Ray

Apenas alguém viciada em café, gatos e música. Quando não tô fingindo que faço faculdade, assisto BL's.

0 Reviews

Write a Review

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x