Reviews

A TALE OF THOUSAND STARS, ENTRE PIPAS E BANANAS NANICAS!!

Menines, o ep.5 de 1000 stars foi muito lindo. O romance de Tian e Phupha foi melhor trabalhado, houve mais envolvimento e aprofundamento sentimental, teve diálogos mais longos e delicados, íntimos. Visitantes inesperados chegaram, os ciúmes de nosso “chefe” ficou aflorado e os dois deixaram bem claro que têm sentimentos um pelo outro, mesmo não usando palavras. Tivemos confusão também: Tian apanhou, e o final… Sigam o fio!!

Tian sai como o médico Nam para a cidade. Ele vai resolver umas coisas e fazer uma pesquisa sobre como montar uma pipa para usar com seus alunos. Na ida, ambos conversam sobre o fato de Phupha comentar com o médico sobre o professor e Nam aponta as semelhanças entre Tian e Torfun: como o gesto que ele fez ao pôr o braço pra sentir o vento que foi o mesmo feito pela antiga professora. 

Mas antes de tudo isso, o ep. abre com um flashback de Tian do momento em que ele teve o enfarte, ou problema no coração. Estava com os amigos, entre eles Tul, saindo de uma festa e se preparando, se eu não estou enganado, para fazerem um racha de carro, mas podem confirmar vendo o ep.1 e me falem. A situação toda o traumatizou em relação a dirigir. E Nam estava, justamente, oferecendo a chave do carro para que ele dirigisse até a cidade, o que ele recusou.

O ENCONTRO COM O VELHO AMIGO

Na cidade, o médico deixou o professor para que resolvesse o que tinha que fazer e foi cuidar de si. Tian falava com Tul ao telefone, perguntou sobre a família para saber se ela perguntou por ele e Tul disse que a mãe só o perguntou uma vez sobre o amigo [fiquei chocado quando ele disse isso, como assim, Brasil?!]. Ele quis saber onde Tian tava e o mandou esperar porque iria onde ele estava.

Mas antes de tudo isso [ando esquecida e é porque acabei de ver o ep.], nosso professorzinho foi resolver as questões sobre como fazer uma pipa e tal, deu uma volta pela cidade e foi com o médico a um espaço lanchar. E como já era de se esperar, falaram de Phupha. Mas para a desgraça deles se encontraram também com o manda chuva da região que é chefe dos caras com quem Tian brigou antes por causa da pesagem das folhas de chá.

Ele não parece ser uma pessoa muito amigável, mas Nam disse que o mesmo contribui com a equipe que faz a proteção da fronteira naquela região, entretanto, Phupha não gosta muito. E Tian disse que uma boa ação não poderia encobrir as más.

Eu penso que teve “problemas” com a tradução que não conseguiu captar bem as entrelinhas em algumas situações no ep., por exemplo: na saída deste local onde eles estavam lanchando, Tian foi ameaçado por esse senhor e ele parece fazer um jogo com as palavras para indicar isso, mas não ficou bem claro no português. Mas todos fizeram a Elza, e vida que segue. 

Mas finalmente Tul e Tian se encontraram e, claro, foram abraços [ri aqui porque a gente sempre fala que eles são fechados e não se abraçam e não lembro de ter visto cenas parecidas] e chamegos. Os dois foram pôr o papo em dia, falaram sobre as experiências e foram ter um dia de princesa num spa, eu creio, e lá Tul aprofundou a conversa sobre as razões de o amigo estar lá. Tian já tinha dito algo antes, mas nesse momento ele descreveu algumas situações engraçadas que passou e falou que tudo isso o prendia ali.

Seu amigo não creu e quis saber qual era o verdadeiro motivo para estar nessa situação toda, porque pra ele não era normal o amigo deixar o conforto para passar por dificuldades e ainda tá feliz com elas. Depois de muita insistência ele disse que tinha “uma pessoa” e que essa pessoa era um “cara”, ele se assumiu gay. Tian ficou preocupado como seu amigo iria reagir à revelação, mas ele disse que não tinha problema, que tava tranquilo pra ele.[quem tem um amigo tem tudo]

Toda essa conversação se deu não em um único lugar, mas em lugares diferentes. E saindo de onde ele tava com Tul, Tian foi seguido e parado pelos capangas do chefão da região que o ameaçou antes. Se começou uma briga e pau em Tian [não meninas, não é o pau que a gente queria], Tul que tava dentro do local, saiu e evitou que o amigo fosse massacrado, já que eram dois contra um. Os dois fugiram correndo (Tian e Tul), em outro momento eles se despediram e foi cada um pra seu canto.

OS CIÚMES E A BANANA DE PHUPHA

Quando o amigo o avisou que iria onde ele estava, Tian falou para o médico voltar só, porque ele ia ficar e voltaria no outro dia. Como vocês imaginaram, nosso “chefe” já estava possesso sem ver seu amado. Já tinha ido na casa procurar por ele e quando viu o médico de volta sem o boy… [ulalau, já diria o menor Nico]Tentando disfarçar, ele questionou a Nam porque o crush  não veio com ele, que o respondeu falando que ele tinha ficado com um amigo.

Só queria ressaltar as cenas engraçadas protagonizadas por Yod (um dos dois guardas que sempre andam com Phupha, o mais velho) que faz isso repetidamente na série, ele é muito comédia. Lá tavam eles fazendo o que gostam e o que mais tem em séries tailandesas: gente comendo, a cada duas cenas tem alguém comendo, cruuuuzis. E tavam bebendo também, com o cu cheio de cachaça Yod começa insinuações e provocações. Eu gosto muito dele.

Nosso puliça não aguentou e foi buscar o professor na cidade no dia seguinte. E o climão dentro do Jip [acho que é assim que chama aquele carro], Phupha doido pra repreender Tian por sair sem avisar ou pedir autorização pra ele [e nem casaram ainda], mas lembrou dos conselhos de Nam no dia anterior e tentou pôr em prática: ser mais gentil e cordial com o professor. Ele tava tão gentil que Tian estranhou. 

Phupha resolve levar Tian pra passear no matinho [uuuuui…], ele desvia do caminho para a comunidade e leva o amado para um ponto especial. Lá, Tian diz pra ele ser mais descontraído, sorrir mais, se soltar [solta a franga, viada], mas ele fala que tem que impor respeito para seus subordinados.

E a já icônica cena da banana acontece: o “chefe” dá uma banana nanica para Tian [espero que a dele seja maior e mais grossa] que impressionado, acho que nunca tinha posto a mão na banana, come e, pasme, ainda divide com o soldadinho [acho que era banana da terra]. Phupha querendo descontrair tira uma foto do amado e, olhando pra ela, abre um sorriso apaixonado e Tian já tinha perguntado antes dele sorrir, como seria o seu sorriso de apaixonado.

Na aldeia há uma longa e fofa cena entre os dois quando Phupha deixa Tian em casa. Eles ficam sem jeito na hora de se despedir, ambos querendo falar abertamente sobre seus sentimentos, mas sem coragem, então só restou palavras vagas, sorrisos e bochechas rosadas, foi fofo demais. Mas apesar de não ter tido palavras sobre o amor, tudo ficou bem claro pela situação e gestos. 

No dia seguinte Tian foi ensinar seus alunos a como fazer uma pipa, os companheiros de Phupha chegam com as mãos cheias de pau [se acalmem menines, ainda não…] e o “chefe” vinha com eles. Era bambu pra fazer as armações das pipas. Tian correu pra pegar no pau… do bambu e ajudar. Enquanto montavam as pipas, o casalzinho não se contia e ficavam se insinuando um para o outro, phupha fez uma pipa pro boy. Então saíram todos para empinar pipa em área aberta.

Obrigado por ter chegado até aqui, espero que esteja gostando dos reviews. Fale nos comentários o que tu tá achando.

Beijos de luz!!

Não deixem de conferir outras matérias e nos acompanhe na rede social!!

Facebook: @grupoblb
Twitter: @boyslovebrasil
YouTube: Boys Love Brasil
Instagram: @boyslovebrasil
Telegram: @boyslovebrasil1
Nossa loja: lojablb.com

A Tale of Thousand stars, entre pipas e bananas nanicas

Atuação - 9
Direção de cena - 9.6
Sonoplastia - 10
Diálogos - 9.1

9.4

Nota Geral

Menines, o ep.5 de 1000 stars foi muito lindo. O romance de Tian e Phupha foi melhor trabalhado, houve mais envolvimento e aprofundamento sentimental, teve diálogos mais longos e delicados, íntimos. Visitantes inesperados chegaram, os ciúmes de nosso “chefe” ficou aflorado e os dois deixaram bem claro que têm sentimentos um pelo outro, mesmo não usando palavras. Tivemos confusão também: Tian apanhou, e o final…

User Rating: Be the first one !

PJhey

2º CEO e cofundador da BLB, 28 anos, gay, negro, formado em Letras - Literaturas de língua portuguesa, cursando Sociologia. Amante de livros, séries, professor atuante na área. Esquerdista chato, antirracista, e aspirante a marxista!!!

Comente e deixe a gente Feliz

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Botão Voltar ao topo
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x

Bloqueador de Anuncio Detectado

Dê uma forcinha pra gente e desative seu addblock <3
%d blogueiros gostam disto: