Reviews

Ajoelhou tem que mamar, digo … pedir em casamento!

Olá meus bombons de licor, tudo bem com vocês?

Voltamos com mais um review de TharnType The Series 7 Years Of Love. Tivemos lágrimas para dar e vender, passamos raiva, rimos e claro ficamos muito apaixonados pelos nossos casais principais e secundários!

Começamos o episódio com o Type na porta do apartamento pronto para bater, mas é interceptado por uma ligação e sai do local imediatamente. Dentro do apartamento, Tharn ouve o barulho e sai em busca do namorado, chegando até a descer para o saguão do prédio, onde ele recebe uma mensagem de Type explicando que seu pai se machucou e que ele voltaria quando pudesse.

Já na casa dos pais, Type está cortando alguns galhos de uma árvore quando seu pai chega o chamando. Os dois começam a conversar e Type repreende o pai pelo susto que foi sua ligação contando que se machucou, mas afinal não era para tanto. Contou que era bom ele ter saído do emprego, pois o seu antigo chefe não o liberaria nem naquela situação e que voltaria para Bangkok assim que ele melhorasse. Vendo a pressa do filho para voltar para “cidade grande”, o pai de Type culpou Tharn e acrescentou que se ele sentisse dia falta, viria até ele. Type duvidou, e quando o pai voltou a reclamar de seu namorado, chamou pela mãe para apaziguar a conversa lá! (N.A: Eu me acabo com o Type chamando a mãe quando o pai começa a fazer besteiras, e ele com medo da esposa fica quieto kkkkkk amo essa família!)

Sozinho no apartamento, Tharn estava cozinhando e nesse meio tempo em que a água esquentava ao fogo ele resolveu “sofrer de saudade” enquanto olhava algumas fotos de Type em sua galeria. Enquanto estava distraído a água acabou subindo na panela e fazendo uma grande sujeira, quando partiu para limpar acabou derrubando algo e se cortou ao pegá-lo. Triste e machucado, Tharn começa a se lamentar — ou seria declarar? — dizendo que não sabe viver sem Type.

Voltando para casa em busca de ajuda com o dedo e conselhos, Tharn vai visitar a família. Thanya acalenta seu irmão e repete que é apenas um tempo e que Type irá voltar, coloca um curativo em seu dedo machucado e tem que partir para uma gravação. Sozinho com os pais (N.A: e que pais lindos por Deeeeus, eu sou apaixonada por TODA essa família. Ô genética boa!) Tharn conta sobre sua briga com Type; sua mãe diz que é preciso ter calma e os dois, seu pai e mãe, reforçam que é necessário ter muito diálogo em uma relação. Vendo que o filho estava triste, sua mãe parte para cozinhar para fazer seu prato favorito com a ajuda do marido.

Vamos para uma sessão de desculpas mais que necessárias? Fiat e Leo estavam conversando em casa sobre irem até Tharn e Type, para que Fiat pudesse se desculpar pelo trabalho que deu em suas vidas, mas Fiat estava com medo, então Leo o encorajou e disse que estaria com ele; na cena seguinte os dois já aparecem no saguão do prédio do nosso casal. Quando Cir e Phugun se aproximam da entrada eles pedem para que os deixem subir, para que enfim ele pudesse pôr um ponto final nessa história. Inicialmente nosso fofo casal, Phugun e Cir, fica com um pé atrás, contudo aceitam. (N.A: Me sinto na obrigação de todo dia repetir que O CIR É MUITO GOSTOSO!)

Já na porta de Tharn, nosso músico sorri ao ver o já familiar casal, mas quando se depara com Fiat seu semblante muda imediatamente, porém Phugun consegue o convencer a aceitar que eles entrem e conversem. Fiat estava muito nervoso e Leo faz menção a começar suas desculpas, mas Fiat segura firme em sua mão e prossegue; ele se desculpa por tudo que fez e causou, diz que sente muito de verdade e completa dizendo que espera que Type receba e aceite suas desculpas algum dia. Nesse momento Tharn se levanta bruscamente e é segurado por Phugun, mas na verdade ele estava indo pegar a caneta de Fiat para o devolver, complementa que irá contar a Type sobre suas desculpas e sai. Fiat parece muito agradecido e se acaba de chorar com Leo.

Na praia, Type estava se aprontando para sair com Khom quando seu pai o chama e começa a falar sobre uma filha de uns conhecidos que perguntou por Type, acrescenta que ela é muito bonita e tem um corpo escultural. Vendo aonde a conversa ia parar Type diz em alto e bom som que ele já foi FISGADO, que seu namorado é um HOMEM e que nenhuma mulher, independente do quão gostosa fosse, ia fazer ele trocar Tharn. Antes de sair, Type joga uma isca e dedura seu pai para a mãe! Deixando o mais velho indignado no sofá. (N.A: “Seu filho já foi FISGADO” sim, eu chorei nessa cena!)

Já com Khom, Type bebe bastante e conta ao amigo sobre a briga com Tharn, que ele o acusou de traição e tudo mais. Khom compreendeu a frustração do amigo, mas se mantém calmo e transmite ótimos conselhos sobre relacionamentos. Após isso, Khom entrega um presente de um filho de uma vizinha que estava sendo ordenado como monge, para que ele entregasse a seus pais. Nesse momento algo como uma luz surge para Type, ele conta que nunca foi ordenado e Khom diz que seria bom esse tempo para ele, que poderia colocar os ensinamentos de Buda em sua vida amorosa.

De volta para casa, Type conta aos pais que quer se ordenar e acrescenta que pode até não conseguir dar netos a eles, mas que faria isso, se ordenar como monge. A mãe de Type diz que ele deve fazer o que acha melhor e que irão o apoiar.

Vamos para a cena que mais me fez chorar em toda a história da minha vida? Porque Gulf meu filho QUE MONÓLOGO FOI ESSE?? 

Type estava passeando pela ilha com sua moto, quando resolve parar em um trecho da praia. Cheio de saudades ele liga para Tharn, mas diferente do que imaginava, o namorado não devolveu sua declaração saudades, apenas disse que “tinha que ir” e desligou (N.A: Eu te amo Tharn, mas nessa hora te xinguei como se não houvesse amanhã), depois disso Type entrou em estado de lágrimas dizendo que esperava que ele também estivesse com saudades, que não pudesse viver sem ele, repetiu diversas vezes sobre os sete anos juntos e mais. (N.A: Gente sério o tanto que eu chorei nessa cena, o Gulf fez um trabalho fenomenal!! Eu fiquei toda arrepiada do início ao fim, tendo que pausar o episódio e puxar ar para continuar!)

Quando volta para casa, Type se depara com seus pais fazendo preparativos para sua ordenação bem animados!

Pela manhã, o pai de Type passa por ele cheio de reclamações falando que não esperava mais vê-lo naquele ano, que não o aguentava e tudo mais, tão furioso que até bateu a perna machucada na porta. Type estava confuso pois não sabia de quem se tratava e de repente ELE CHEGA! Tharn vem correndo e o abraça. (N.A: Quem chorou mais uma vez? Sim, fui eu!)

Sentados juntos bem bonitinhos, Tharn começa a se desculpar e depois de um toque de Type também esclarece o porquê destas, Type também reconhece seus erros e pede por mais diálogo na relação dos dois (NA: Eu posso ouvir ou amém?). Depois de mais um pouco de conversa, e algumas menções a socos e tapas, aconteceu um beijo, é claro!

E mais que beijo temos também … (N.A:rufem os tambores) sexo de reconciliação, é claro! Eu fico apaixonada por cada detalhe, a tensão sexual que tem entre o Mew e o Gulf, a entrega deles a cena, a fotografia excepcional, a direção focando na pele e no toque. A cena toda é perfeita!

Namorar fofinho também está na lista, durante a noite Tharn solta várias pérolas dizendo que independente de onde ele esteja sempre estará com ele e etcetera. 

De manhã, na beira da piscina, rola o tão aguardado pedido de casamento. Tharn se ajoelha e mama, digo … pede a mão de Type com uma linda declaração, mas Type nega. Furioso, Tharn se levanta e sai, mas Type vai atrás dele para explicar o porquê, a sua ordenação para monge, e complementa que é para ele perguntar novamente quando terminar. 

Em Bangkok, Champ vai levar algumas comidas para Khunpol e ele comenta que eles se verão menos, já que Type não trabalha mais lá,. mas Champ nega dizendo que não se trata dele, mas sim dos dois. Pensei que enfim vinha aí a declaração mas ainda não rolou! O doutor saiu todo misterioso e só. (N.A: Se não tiver declaração nem beijinho no próximo episódio, eu juro que vou surtar!)

Type leva Tharn para casa, e, vendo o genro chegando, o pai de Type já faz sua reclamação de costume. Type fala que ele tem que se acostumar, afinal já fazem sete anos, mas o pai dele não cede, aproveitando que estava vendo sua novela ele mostra a mulher que ele quer como nora apontando para TV. E para surpresa de alguns ele aponta para Thanya, nosso casal cai na risada e o pai de Type não entende o porquê, então Tharn explica que aquela na TV é sua irmã. Type diz para o pai ficar feliz, pois ele está com um cara exatamente igual a moça da TV, O pai de Type não acredita e sai da sala e os dois ficam lá rindo!

(N.A: Essa cena kkkkkkk ai gente foi muitos boa)

Bom meus bombons, por hoje é só! O próximo episódio será dias de glória para todos, então vamos aguardar só mais um pouquinho. Beijos e até a próxima!

TharnType SS2 EP 11

Atuação - 100%
Trilha sonora - 98%
Direção - 90%
Fotografia - 97%
Enredo - 100%
Desenvolvimento dos personagens - 96%

97%

User Rating: Be the first one !

Comente e deixe a gente Feliz

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Botão Voltar ao topo
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x

Bloqueador de Anuncio Detectado

Dê uma forcinha pra gente e desative seu addblock <3
%d blogueiros gostam disto: