LGBTQIA+NoticiasResenha

Lee e Lee: Você tem que ser sincero consigo mesmo…

Feliz dia do leitor, e como uma grande leitora, eu queria aproveitar essa data para te apresentar ao Lee e ao Lee kkkkkk.

Livro: Lee e Lee: Quando opostos se encontram – Um conto LBGT inspirado em doramas

image.png

Livro: Lee e Lee: Quando opostos se encontram
Autora: Mia Antiere
Sinopse: Lee Chul Moo é o filho único de uma das famílias mais poderosas e tradicionais de Seul. Seu futuro já está definido, mas o seu coração não aceita o casamento prometido com uma garota de uma família quase tão poderosa quanto a sua. Sua vida é cinza, mas tudo fica mais colorido quando ele começa uma disputa de olhares com o bad Boy da escola. Lee Do Yoon é o bad Boy da escola, um rapaz apaixonado pela vida que desde muito cedo se encantou com o mundo dos animes e cosplays, onde ele poderia ter asas, poderes, reinos… Aprendeu com o seus pais a nunca sufocar quem era ou seus sentimentos, por isso se sentia livre. Uma liberdade que foi balançada quando o engomadinho da turma finalmente descobre o que é amar. 

Uma história de amor que barreiras e preconceitos não foram capazes de destruir.

Quero começar dizendo que é meu primeiro livro nesse gênero tão dentro dos Doramas e posso dizer que foi um ótimo começo. Uma história simples, mas cheia de detalhes, personagens marcantes, situações cômicas e claro atitudes que podem te deixar de queixo caído. Tudo isso em um conto! O que me fez procurar outros livros da autora 😉

A história é toda contada a partir da perspectiva de Lee Chul Moo, e toda sua vida é explicada de forma clara e objetiva, afinal parece que o menino vive em um estranho loop.

Se você já viu algum dorama consegue mergulhar na história de forma muito rápida, afinal, são inúmeros personagens que temos com essas características de filho herdeiro.

E é claro que ele com apenas 15 anos já está noivo, com casamento marcado após a formatura.

Quero abrir um adendo aqui, isso não é algo tão extraordinário de ver nos doramas, posso listar inúmeras produções que trazem isso de várias maneiras, não sei se autora dispôs de alguma influência sobre, mas eu me vi dentro do universo de Herdeiros (2014).

Enfim, a história começa com a mudança de lugares na sala idealizada pelo professor, colocando o Lee Chul Moo perto de Lee Do Yoon, colegas que há tempos estudam juntos, mas nunca se falaram e a única coisa em comum aparentemente é o sobrenome.

Mas se você acha que começou aí se enganou, esse conto apesar de ser um romance mais clichê, com certeza não posso dizer que seja previsível.

Depois de um passeio escolar, onde Chul Moo acaba passando um tempo com Do Yoon, percebem que eles não são assim tão diferentes e podem ser amigos. E seriam senão fosse os sonhos nada inocentes de Chul Moo com o amigo. Até aí tudo bem, mas movido por uma curiosidade desconhecida Chul Moo decide aceitar a ajuda de Do Yoon para estudar e eis que acidentalmente ao tropeçar no quarto do amigo, os lábios dos dois se encontram.

FIM DO MUNDO!

Chul Moo com vergonha do acontecido, dos seus pensamentos e sobretudo com medo da reação das pessoas e pior do próprio Do Yoon, se vê sem opção além de fingir que nada aconteceu e evitar o amigo. Voltando para seu loop infinito de escola e casa ao lado da noiva.

Mas, ele não contava que Do Yoon poderia vir atrás dele, mas não para pedir que deixasse de evitar ou qualquer coisa, ele pediu: SINCERIDADE.

Pediu que Chul Moo fosse sincero sobre ele e si mesmo. E, como se tivesse recebido um banho de água fria, com os pensamentos em ordem ele sabe o que fazer e por um tempo sente a liberdade de ser quem ele é e de sentir. Contudo, nem tudo são flores e o casamento está marcado, chegou a hora de ser sincero com outras pessoas também e é por aqui que deixo essa recomendação do livro de Mia.

Na verdade quero falar sobre Do Yoon, que para um bad boy não é tão bad boy assim, o menino é estudioso demais, sendo um dos melhores da turma. Adora esporte, gosta de anime, faz cosplay e não gosta de sufocar quem ele é ou seus sentimentos independe do que a sociedade diz.

Por isso acredito que Chul Moo, que sempre precisou esconder suas vontades, vê em Do Yoon algo incrível, sendo capaz de aprender que o amor pode ser libertador e que independente de qualquer coisa, sempre terá pessoas ao seu lado, e se você deixar por conta do destino o amor pode aparecer quando menos se espera.

Beijos e Beijos Kim Nana.

Ebook disponível no Amazon

E uma curiosidade, ao ler a história eu lembrei sobre o caso do casal Song-Song. Para quem não conhece, eles são os protagonistas de Descendents of the Sun, Song Joon Ki e Song Hye Gyo que se casaram em 2017 e se separam em 2019, mas isso não vem ao caso. Era só para dizer que até 1955 eles seriam impedidos de casar perante a lei, sabe por que? Os dois continham o mesmo sobrenome e por isso a lei não permitiria o casamento dos dois.

Kim Nana

Canceriana de Curitiba, 22 anos. Jornalista, apaixonada por livros, mangás, manhwa, hq, séries, filmes, doramas, lakrons, documentários e tudo mais. Stay Aroha = Kpoper multifandom. Contado as horas para o debut do Treasure. "Não sou louco, apenas minha realidade é diferente da sua" - Cheshire Cat

Comente e deixe a gente Feliz

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Botão Voltar ao topo
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x

Bloqueador de Anuncio Detectado

Dê uma forcinha pra gente e desative seu addblock <3
%d blogueiros gostam disto: