Noticias

Mulan, a verdadeira guerreira da China

Hello, como estão? Bom, eu não poderia estar melhor, já que uma de minhas personagens favoritas finalmente terá seu verdadeiro reconhecimento. Isso porque a animação de 98 não faz jus à verdadeira heroína da China.

Mulan (1998) | Mulan, Películas completas, Ver películas

Detalhes Técnicos

Nome: Mulan 
Título Original: Mulan
Produção Pam Coats (Estúdio Disney) 
Direção: Tony Bancroft e Barry Cook
Lançamento: 1998
Duração: 84 minutos

Minha Sinopse

O que você faria para salvar a vida de seu pai? Mulan é filha única de uma tradicional família chinesa, os Fa. Quando os Hunos invadem a China, após a construção da Muralha, o país entra em guerra. Todos os homens precisam e devem cumprir o seu dever: servir o país. Porém, a família de Mulan conta apenas com um membro masculino, seu pai, que já tem idade avançada e sofre com as consequências da última batalha. A fim de salvar seu pai, Mulan decide ir para a guerra em seu lugar.

Crítica

A história é baseada na lenda chinesa: Hua Mulan. Escrita no século VII, em sua maior parte durante a dinastia Tang (618-907), até hoje há questionamentos se a figura de Mulan realmente existiu ou não. A animação foi lançada em 1998 e devo admitir que, de certa forma, marcou a minha infância, apesar de ser muito mais chegada na Bela, de A Bela e a Fera. Hoje, posso dizer que a história de Mulan tem um valor muito mais ideológico para mim.

Desafiando as leis de um país religioso em uma época em que o poder das mulher era quase inexistente, Mulan, uma jovem de 16 anos – eu pesquisei e encontrei que essa é a idade da nossa heroína – tinha um único desejo: honrar sua família, o que, na época, seria correspondente a conseguir um bom casamento.

Ou seja, tudo que ela enquanto mulher e ser humano poderia fazer para honrar sua família seria, no linguajar de hoje, ‘conseguir um macho’. Mas, quando os Hunos resolvem invadir a China, uma convocação chega: um homem de cada família deve se apresentar para servir ao exército imperial.

Sem chances de convencer o pai, já debilitado devido às consequências de outras guerras e com idade  o patriotismo. 

Percebe qual é a ordem de proteção? Primeiro o país, depois a família. Não é um acaso. Por isso, a única saída que ela consegue ver é a de ocupar o lugar de seu pai no exército. E é aí que começa nossa história. Mas, com o padrão Disney, onde nossas mocinhas nunca estão sozinhas, Mulan tem como companheiros, Khan, seu cavalo, Mushu o dragão e Gri-Li, o grilo da sorte.

Mushu, na verdade, era um espírito guardião da família de Mulan, mas foi rebaixado para a posição de tocador de gongo, a fim de acordar os ancestrais. Isso porque falhou em sua missão de proteger um dos membros da família, Fa Deng. E ajudar Mulan é a sua chance de se reerguer em meio aos ancestrais e conseguir seu cargo de volta.

Ao chegar no exército, Mulan precisa esconder sua identidade, conquistar o respeito de seus superiores, interagir com seus colegas e sobreviver a todos os conselhos de Mushu. O treinamento é liderado pelo Comandante Li Shang, filho do general que está à frente da batalha contra os Hunos.

Quando as tropas de recrutas são solicitadas, todos marcham em direção aos Hunos, e, em meio ao combate, Mulan, que finalmente consegue mostrar o seu valor, acaba revelando sua identidade. O resultando é um total descaso por tudo que realizou e provou durante o treinamento é abandonada por seus colegas, mas não desiste. Ao perceber que os Hunos não foram derrotados, vai até o imperador com o objetivo de fazer com que todos acreditem nela e, assim, possam criar um plano para salvar o imperador e a China.

Mas, como Mushu mesmo disse, ela é mulher. Ninguém liga ou dá crédito para o que ela diz. E agora? O destino da China encontra-se nas mãos das únicas pessoas que não tem voz no país?

O que mais chama a atenção na parte estética da produção são as paisagens da China e os detalhes. Mas, aparentemente, não agradou os chineses. 

Vamos aos fatos!

A lenda Hua Mulan

Não sei se você já teve a oportunidade de assistir a produção original chinesa de Mulan, mas sei que, se não assistiu, perdeu uma grande produção. Dirigido por Jingle Ma, conhecido por trabalhar em grandes sucessos com o Jackie Chan, Mulan foi contada de um outro olhar, muito mais poderoso e cruel.

HISTÓRIA EM CARTAZ: Hua Mulan

Lançado em 2009 na China, o filme foi muito bem recebido pelo público e crítica local, sendo premiado pela Administração Estatal de Rádio, Cinema e Televisão. Além de vencer o Prêmio das Cinco Melhores Obras, atribuído pelo governo da província de Henan, e outros prêmios em festivais da ásia.

O filme encontra-se disponível legendado no Youtube, porém a qualidade não é muito boa, Infelizmente. Ainda assim vale a pena assistir.

Uma das principais diferenças entre as produções é que Mulan consegue se tornar general e permanece no cargo durante 12 anos. E, o que ela faz pelos seus soldados é, no mínimo, honrável. Isso sem contar que não há os famosos musicais, afinal, é uma produção mais realista, sem tantos efeitos e detalhes bonitos. É guerra. A dor deve ser sentida e transmitida pelos atores.

Live Action – Mulan

Primeiro preciso contextualizar você: a China possui a maior população do mundo. Ou seja, conseguir ter sucesso dentro do país pode ser um fator decisivo quando falamos de alcance e quantidade. No caso, a quantidade se reverte em bilheteria. Mulan teve a animação com a menor bilheteria no país, somando US$304 milhões no âmbito mundial. Outras animações lançadas na mesma década tiveram um sucesso muito maior. Uma curiosidade desses valores é que o remake tem um orçamento estimado em US $300 milhões, ou seja, praticamente todo o valor arrecadado pelo original será usado para a nova versão do longa. Isso quer dizer que Mulan tem grandes chances de ser um dos  filmes mais caros da Disney.

Durante o lançamento da animação, o público chinês criticou duramente a produção. A insatisfação se deu pelo modo que a cultura deles foi retratada, melhor dizendo,  não foi retratada. Um ponto crucial é o final do longa, mostrando o Imperador reverenciando Mulan, o que é inaceitável para eles. Além disso, muitos dos aspectos do filme estavam muito mais ligados à cultura japonesa do que à chinesa, um erro básico e inaceitável também. Diferentemente da produção de Kung Fu Panda,  que é uma das animações mais adoradas pela China.

As mudanças inseridas na animação foram mais comerciais do que qualquer outra coisa. Por exemplo: Mushu, dublado originalmente por Eddie Murphy. O animal se tornou uma figura cômica, um item a ser vendido. O que torna o descontentamento entendível pois o dragão é uma figura sagrada e mística para a China. Simbolizando a sabedoria e o império, na China Imperial, a figura do dragão representava a soberania do imperador. Podemos afirmar que são considerados seres benignos, diferente das representações ocidentais como um perigo à sociedade.

E, se não existem dragões na lenda original, o que falar do Gri-Li? Pelo padrão Disney, toda animação tem que ter uma dupla de ajudantes das nossas mocinhas para ser sucesso – só isso já é questionável- , por isso a escolha do grilo como personagem. Além de ser uma iguaria exótica na culinária chinesa, ele é tido como animal de estimação por representar sorte e virtude, que é justamente o que a avó de Mulan desejou a ela quando lhe deu o grilo na gaiola de bambu.

Agora, pasmem… Shang também não estava na lenda original, mas toda mocinha Disney tem que ter o seu príncipe… Sério? Não é atoa que Shang é de longe, um dos personagens mais odiados pelos chineses.  Usar a imagem de uma guerreira que lutou durante 12 anos, como protagonista de um romance é no mínimo ultrajante.

Afinal, a história de Mulan é de uma mulher lendária, símbolo da força feminina na história de um país que tem como tradição impor sua superioridade à mulher,submeter mulheres a posições inferiores na sociedade. Apesar da história real não ser exatamente como a mostrada no filme e, por vezes, até mais interessante, o contexto histórico e toda a ambientação cultural do filme foi fiel à realidade. Vemos, a seguir, os aspectos culturais da China imperial presentes nas cenas dessa animação clássica.

Agora sim, vamos falar da nova produção Mulana, que acaba de ser disponibilizada no Brasil pela Disney+.

1080x2220 Mulan 2020 Movie Poster 1080x2220 Resolution Wallpaper, HD Movies  4K Wallpapers, Images, Photos and Background

Detalhes Técnicos
Nome: Mulan 
Título Original: Mulan
Produção: Walt Disney Pictures, Jason T. Reed e Productions Good Fear
Direção: Niki Caro
Lançamento: 2020
Duração: 116 minutos

As mudanças foram encontradas desde a divulgação do elenco até ambientação, mostrando o que a Disney quer: entrar com tudo no mercado chinês com a produção, além de, claro, fazer uma retratação ao país devido aos problemas que tiveram com a animação de 1998.

Neste novo live action temos algumas novas personagens logo de cara: Xiu, a irmã mais nova da Mulan, verdadeiro contraste da irmã contida e tímida; e Xianniang,  uma espécie de bruxa de “magia negra”.  Conhece aquele ditado de que o povo não sabe explicar então diz que é tal coisa? Aconteceu isso com essa personagem que é uma mulher com grande poder de chi e isso faz dela uma guerreira.

MCU Thor (Ragnarok) vs Xianniang (Mulan 2020 remake) - Spoilers - Battles -  Comic Vine

Outra coisa que me chocou bastante foi o relacionamento do pai com a Mulan que, em ambas produções anteriores, é mostrado como uma relação de cúmplices. Nessa nova produção, desde o nascimento, Mulan é a companheira do pai, “sendo o filho que ele nunca teve” e recebendo treinamento como tal. Apesar da perna machucada, o pai foi um grande guerreiro e conseguiu descobrir o poder de seu chi, coisa que foi muito mal vista no vilarejo que moram, ou seja uma outra Xianninang mal incompreendida. 

A história se dá por uma vingança contra o imperador que matou o líder dos Rourasn, Böri Khan. Agora seu filho quer matar o mesmo e tem a feiticeira como “guerreira” em seu exército.

Ao se dar conta do inimigo, o Imperador convoca um homem de cada família para servir ao exército e, como representante da família Fa, o pai de Mulan deveria ir para cumprir seu dever.

Assim como na animação, temos todo o famoso diálogo e a frustração da menina, por não entender o motivo do pai se sujeitar. Por isso, assume seu lugar, se apresentando ao batalhão. Com algumas conversas cômicas, temos a vida de Hua Jun (Mulan) junto aos soldados, sendo ensinado pelo comandante que lutou ao lado de Hua Zhou, pai de Mulan.

 Os dias passam e, durante o treinamento, Mulan acaba fazendo amizade com alguns rapazes, incluindo Chen Honghui, o que seria o General Chang da animação.

A descoberta do disfarce de Hua Jun é quase como um grito de liberdade, após enfrentar a Xianninang e descobrir suas similaridades. Ao ser quase derrotada por Xianninang, Mulan vê a espada que carrega, item de seu pai que possui gravado em chines as palavras: Lealdade, Bravura e Verdade. Percebendo o peso dessas palavras, ela retira seus disfarces e vai ajudar seus colegas a enfrentar o inimigo.

A luta não parece bem equilibrada, já que os Rourans contam com Xianninang, mas Mulan tem um plano para salvar todos e, ao executá-lo aparece como mulher para seus companheiros, que a exilam por ser uma impostora e trair seu regimento. Apesar de preferir ser executada, o comandante dá a sentença da expulsão.

Um segundo encontro com Xianninang, traz a Mulan a certeza de que não pode desistir, principalmente ao saber da história da outra. Xianninang ainda tenta trazer Mulan para seu lado, mas a guerreira sabe dos valores que deve proteger e parte para contar aos soldados da armadilha para qual estão marchando.

E, nesse momento, temos uma frase que me marcou muito. Quando o regiemnto estava muito indeciso em acreditar nas palavras de uma mulher ou a executar por dar as caras de novo, Chen Honghui diz:

eu acreditaria em Hua Jun. Por que não em Hua Mulan? Ela arriscou tudo revelando sua identidade. É mais corajosa do que qualquer homem aqui. E é o melhor guerreiro entre nós.

Seguindo por vários Eu acredito em Hua Mulan de seus companheiros.

Diante disso o comandante não pode negar que os valores que ensinou enquanto era Hua Jun, permanecem e dá uma chance a ela de liderar o esquadrão.

Porém, no palácio do Imperador temos a revelação de que o “secretário”, na verdade, era a própria Xianninang, que instigou ao Imperador a marchar para a morte. Mulan e seus companheiros seguem para encontrar o imperador e salvá-lo. Para isso, Mulan precisa seguir sozinha tendo a confiança de seus amigos de que apenas ela poderá detê-lo.

Ou seja, vamos deixar nas mãos de quem sabe o que está fazendo kkkk.

Xianninang fica extasiada ao perceber que Mulan conseguiu o que nunca conseguiu em todos esses anos: uma igual perante aos homens. Assim, Mulan tenta convencê-la a mudar de lado, mas a feiticeira alega ser tarde demais. Contudo, se permite ajudar, ainda que Mulan não percebesse de início, até que se sacrifica para salvar Mulan.

Depois de uma dura batalha contra o líder dos Rourans, Mulan consegue resgatar o Imperador, que permite que a mesma dê o golpe fatal em Böri Khan, salvando assim toda a população. Por conta das críticas ao Imperador, se ajoelhando perante a heroína da China, colocaram Mulan de joelhos para reverenciar o Imperador ao perceber que está tudo acabado. 

Na cerimónia de comemoração, Mulan aparece como a verdadeira mulher que é, ainda com os vestimentos de uniformes, mas sozinha, enquanto todos os soldados que liderou estão aos pés do Imperador. Devido aos seus serviços, o Imperador convida Mulan para assumir a Guarda Imperial como um oficial condecorado. Ela humildemente recusa, por querer voltar e pedir perdão para a família pelas escolhas que fez.

Em casa, é recebida pela doce e gentil irmã em lágrimas querendo saber sobre a história, mas Mulan quer saber como a irmã está, sendo interrompida pela mãe, que segura as lágrimas ao abraçar a filha. E, a primeira coisa que Mulan fala ao ver o pai é perdão. Logo, o pai conta que, apesar da perda de sua espada, nada seria capaz de compensá-lo caso tivesse perdido a filha.

Atrapalhando o momento família, o Comandante aparece com sua cavalaria para presentear Mulan. A espada que foi perdida em batalha é refeita com materias imperiais, dignas de uma guerreira. Além de conter as três virtudes, Lealdade, Bravura e Verdade, uma quarta foi inserida: Devoção à família. E, claro, vieram reforçar o convite de sua majestade para o cargo que lhe foi ofertado.

Fim!

E o romance?

Pois é, esse é um assunto delicado. Como falamos, na lenda não há um envolvimento romântico de Mulan com ninguém e a Disney não pode desistir de algo que está enraizado em sua tradição, ainda que tenha sofrido mudanças. Afinal, as últimas princesas não estão tendo o seu clássico príncipe encantado. 

Valente, lutou pela sua mão.

Elsa, governou Arendelle sozinha.

Moana, tem o Maui, o seu amigo que não houve sequer indícios de um romance.

Por isso, podemos deixar subentendido o fato de Chen Honghui e Mulan estarem ou não juntos. Então, finalizando sobre Mulan, eu posso ser suspeita, mas preciso dizer que amei demais a produção e a retratação nela, fora que a trilha sonora cantada pela Christina Aguilera que é algo a ser comentado.

Tanto a animação como o live action podem ser vistos pela plataforma do Disney+ com conteúdos exclusivos, tendo desde ensaios como comentário dos personagens.

É preciso dar voz às Mulans da história da humanidade.

Beijos e Beijos, Kim Nana.

Kim Nana

Canceriana de Curitiba, 22 anos. Jornalista, apaixonada por livros, mangás, manhwa, hq, séries, filmes, doramas, lakrons, documentários e tudo mais. Stay Aroha = Kpoper multifandom. Contado as horas para o debut do Treasure. "Não sou louco, apenas minha realidade é diferente da sua" - Cheshire Cat

Comente e deixe a gente Feliz

1 Comentário
Most Voted
Newest Oldest
Inline Feedbacks
View all comments
trackback

[…] o Dia Internacional da Mulher – Marcha 8M, “Lute como uma garota” estampou as camisetas das mulheres que nesse dia foram para a rua manifestar sua força sob as […]

Botão Voltar ao topo
1
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x

Bloqueador de Anuncio Detectado

Dê uma forcinha pra gente e desative seu addblock <3
%d blogueiros gostam disto: