LGBTQIA+Materia

Vidas trans importam! Entenda a história do dia da visibilidade transexual

Entenda a história do dia da visibilidade transexual

Olá meus bombons de licor, tudo bem com vocês?

Ao longo do mês de janeiro ocorreu o mês da visibilidade trans. Contudo, afinal, o que é uma pessoa trans? Transexual é a pessoa que não se identifica com o gênero atribuído. Diferente de uma pessoa cisgênero, que se entende e concorda com o orgão biológico que o foi designado ao nascer, os trans já veem ao mundo com um gênero diferente daquele que nasceu, e por isso passam a viver de acordo com o que se assemelham. São pessoas que transcendem aos gêneros que lhe foram designados no momento do nascimento!

E hoje, sexta-feira 29/01, se comemora o Dia da Visibilidade Trans. Mas a fundo, você sabe porquê é comemorado nesse dia?

No dia 29 de janeiro de 2004, mulheres transexuais, homens trans e travestis foram a Brasília lançar a importantíssima campanha “Travesti e Respeito”, para promover a cidadania e o respeito entre as pessoas e que mostrasse a relevâncias de suas ações no Congresso Nacional. Foi o primeiro ato organizado pela comunidade trans no Brasil e isso repercutiu muito, de maneira que não só a data é lembrada e celebrada, como diversas manifestações e passeatas aconteceram ano após ano para reafirmar a importância da vida dessas pessoas.

Além desta data ser lembrada por esse ato tão forte, é importante de se levantar discussões sobre temas relacionados â transexulidade e os intensos ataques e preconceitos que essas pessoas sofrem diariamente. É preciso dar luz ao tema, é preciso dar voz a essa comunidade! O Brasil é hoje um dos países que mais mata pessoas travestis e transexuais no mundo, o direito à segurança destes é constantemente ameaçado.

De acordo com a Associação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra), um dos objetivos elencados pela comunidade é vencer a expectativa de vida de 35 anos, isso mesmo, 35 anos é a média de vida dessa população no Brasil. Uma triste realidade que precisa ser transformada!

Ainda segundo a Antra, em 2019, foram registrados 124 assassinatos, em 2020, mesmo em meio à pandemia de coronavírus, o país registrou 129 assassinatos de pessoas trans de 01 de janeiro a 31 de agosto, sendo um aumento de 70% em relação ao mesmo período em 2019.

Vidas Trans Importam! Dar voz e apoio a essas pessoas que são colocadas à margem da sociedade é necessário, dar oportunidade de emprego, acesso à educação e serviços de saúde adequados é necessário. Essas medidas têm que ser tomadas, esses assuntos têm que ser levantados!

Agora que já passamos da parte explicativa dessa matéria, e todos já sabem e conhecem a importância e relevância deste mês para as pessoas trans, e todos num geral, eu queria compartilhar também algumas coisinhas a mais.

— Frases e perguntas que você deve JÁ tirar do seu vocabulário e JAMAIS dirigir a uma pessoa trans!

• E você tem um pênis ou vagina?

Vocês tem noção de como essa pergunta é invasiva? O que uma pessoa tem entre as pernas diz respeito apenas a ela mesma. Você com certeza não sai por aí perguntando a pessoas cis se elas têm um pênis ou uma vagina, então porquê diabos você deveria fazer essa pergunta a uma pessoa trans?

• E já marcou sua cirurgia de mudança de gênero?

Há pessoas trans que desejam fazer essa cirurgia, mas tem outras que não desejam e se sentem confortáveis com seus corpos da medida que querem. Realizar a cirurgia não é uma regra entre as pessoas trans. Esta é uma fala super grosseira e invasiva. Mais uma vez, essa é uma escolha que cabe apenas a ela.

• Nossa, mas você nem parece trans! Parece mesmo uma mulher/um homem de verdade!

Pessoas trans são homens/mulheres de verdade! Essa frase invalida toda uma luta e sua própria existência. Isso não é um elogio, por favor entendam!

• Me mostra uma foto de como você era antes?

Muitas pessoas trans sofrem demais nesse período de transição, por isso é extremamente indelicado fazer esse tipo de pergunta, pois pode ser um gatilho enorme para a pessoa!

• E quando você se assumiu?

Pessoas trans não se assumem, elas fazem AFIRMAÇÃO DE GÊNERO. Pessoas cis não se assumem, então porque trans deveriam?

— Artistas trans para você conhecer e acompanhar!

• Gabriela Loran

Gabriela Loran é uma atriz e influenciadora digital, natural de São Gonçalo, RJ. Eu aprendi MUITO com essa mulher, a quantidade de conteúdo que ela libera totalmente gratuito no seu Instagram é incrível. Por favor acompanhem o trabalho dela, ela merece cada vez mais visibilidade!!

Instagram da rainha: https://instagram.com/gabrielaloran?igshid=ibg7o5gdymf7

• Nick Thomás

O Nick é um criador de conteúdo digital, trans não binário e bissexual. Eu sou completamente apaixonada na forma como ele debate e explica assuntos que muitas vezes podem ser dúvidas de centenas de pessoas, ele abrange os temas de transexualidade e bissexualidade de forma muito profunda e didática. Acompanhem essa lenda!

Intagram dele: https://instagram.com/nicknagari?igshid=16xi505f9fc2i

• Benjamin Damini

Benjamin é um ator e cantor, talvez algumas pessoas se lembram dele. Ainda antes de sua afirmação de gênero, ele interpretou Martinha na novela da rede Globo “Malhação – Toda Forma de Amar” (2019). Mais recentemente, ele lançou um single chamado “GELA” que é incrível, não deixem de conferir e o acompanhar!

Intagram dele: https://instagram.com/benjamindamini?igshid=1nfkch6qx84ab

Bom, meus bombons por hoje é só. Espero que vocês tenham curtido, beijos e até a próxima!

Fonte: Máxima e UOL

Comente e deixe a gente Feliz

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x

Bloqueador de Anuncio Detectado

Dê uma forcinha pra gente e desative seu addblock <3
%d blogueiros gostam disto: